www.projetoetm.com.brsitemap
www.projetoetm.com.brsitemap

Seja Bem-Vindo ao Projeto ETM - Software Assistivo para portadores de necessidades especiais

Sensores Personalizados

Várias opções de sensores para cada tipo de necessidade

Gratuito

O ETM é um projeto gratuito desenvolvido desde 2001

Layouts Configuráveis

Crie layouts personalizados para cada tipo de aplicação

Leve

O ETM é um software leve que pode ser instalado a partir do Windows XP utilizando poucos recursos de hardware

Crie layouts personalizados

Baixe o ETM e começa a utilizar agora mesmo

DOWNLOAD

 

Como surgiu a idéia de desenvolver um software para deficientes ?

A proposta foi do meu orientador de Mestrado. Eu já havia desenvolvido um programa de computador para alfabetização de crianças surdas. Quando conheci o professor Aurélio Flávio Charão...

 
 
 

Como surgiu a idéia de desenvolver um software para deficientes ?

A proposta foi do meu orientador de Mestrado. Eu já havia desenvolvido um programa de computador para alfabetização de crianças surdas. Quando conheci o professor Aurélio Flávio Charão, ele comentou sobre a possibilidade de desenvolvimento de um software que permitisse o contado dos portadores de paralisia cerebral/motora com o computador. Eu topei o desafio e mesmo antes de terminar o Mestrado, o ETM – Emulador de Teclado e Mouse – já estava sendo utilizado na Escola de Educação Especial Vivian Marçal, em Curitiba. A partir daí, o programa começou a ser difundido por todo o País. Foram feitas algumas reportagens e outras escolas também passaram a utilizá-lo. No Rio de Janeiro, o Instituto Helena Antipoff utiliza e também distribui o programa.


Como esse programa funciona ?

Funciona acoplado a um equipamento que, conectado a sensores, permite ao usuário utilizar todos os recursos de teclado e mouse do micro. Esses sensores são ligados à cadeira de rodas ou ao corpo de um portador de paralisia cerebral – ou pessoa que tenha dificuldade motora. Por exemplo, para utilizar o software, o portador de paralisia que só move a cabeça pressiona um encosto colocado na cadeira de rodas. Com o movimento da cabeça, um sinal chega até o computador e o usuário navega pelo sistema de varredura.

O que é o sistema de varredura ?

É um software auxiliar que navega entre as letras de um teclado que aparece na tela. O sistema funciona da seguinte maneira: letras, números e flechas indicativas de movimento de mouse são varridas, o tempo todo, por uma espécie de marcador. Quando o marcador está posicionado no caractere escolhido pelo usuário, ele pressiona o sensor. Se, por

Alexandre Henzen é aluno do MBA em Direção Estratégica. É formado em Análise de Sistemas, Mestre em Informática Industrial e diretor da Korp Sistemas de Gestão, onde, paralelamente, realiza um trabalho de inclusão digital para portadores de paralisia cerebral/motora .

 

   

 

exemplo, o usuário deseja escrever a palavra mãe, basta esperar o marcador passar pela letra M, em seguida à e depois E. Por meio desse sistema, o portador de deficiência pode acessar a Internet, documentos de texto e jogos.

É preciso um equipamento muito sofisticado para utilizar o sotware ?

Não, exatamente pelo perfil das pessoas que atendemos, geralmente pessoas de baixa renda, que muitas vezes não têm acesso a equipamentos sofisticados. O ETM é um programa feito para utilizar pouco recurso de máquina. Funciona do sistema operacional Windows 95 até os demais. Existem pessoas que utilizam o ETM até no antigo 486. Claro que no início do projeto, o ETM era um programa complexo, mas nós fomos simplificando, para que o interessado simplesmente entre no site do projeto, que é o www.projetoetm.com.br, baixe o programa, faça as adaptações necessárias à cadeira de rodas e passe a utilizá-lo.

É simples assim ?

É. A maior dificuldade está no acompanhamento do portador de paralisia cerebral. Determinar onde o sensor se adapta melhor, em apoios de cabeça, mãos, boca... Nas escolas, os terapeutas educacionais são treinados para essa função, mas quando atendemos alguém que não esteja na escola, é necessário ensinar os pais a fazer esse acompanhamento, o que não é impossível, mas um pouco mais complicado.

Como as pessoas chegam até vocês ?

Geralmente por indicação. Por mais que nossa idéia tenha saído na mídia, o que funciona mesmo é a indicação. Alunos da Vivian Marçal acabam conversando com outros alunos, de outras escolas, e essas pessoas nos procuram. O que queremos é que cada vez mais pessoas utilizem o programa. Quando alguém que nos procura não tem computador, nós vamos atrás de um; e se esse computador é defasado, nós procuramos dar algum tipo de manutenção. A partir do momento em que somos contatados por alguém, fazemos o possível para ir até o encontro dessa pessoa. O problema é que a maioria das pessoas não sabe que o programa existe.

Por que desenvolver um projeto como esse ?

É difícil de explicar. O que queremos é melhorar a vida das pessoas. Para entender nossos motivos, basta ver uma pessoa que tem esse tipo de problema utilizando o programa. Não tem como não se emocionar. Imagine o que significa para uma pessoa que não fala, que passa a vida inteira em uma cadeira de rodas, que não se comunica com ninguém, poder dizer: oi mãe, eu quero água. Ou mais ainda, criar a possibilidade de ver alguém superando suas dificuldades e tornando-se escritora. Adriana Gunz tem paralisia cerebral, utiliza o equipamento e já tem 22 livros de histórias infantis publicados. Isso te deixa motivado. E se pensarmos em recompensa, ela vem naturalmente. Graças a esse projeto, eu terminei um Mestrado que, obviamente, dá força à minha carreira profissional. Mas eu posso dizer que nada se compara à sensação de ver uma pessoa com paralisia cerebral mudando sua vida.

 

Sistema de Varredura

É um software auxiliar que navega entre as letras de um teclado que aparece na tela. O sistema funciona da seguinte maneira: letras, números e flechas indicativas de movimento de mouse são varridas, o tempo todo, por uma espécie de marcador. Quando o marcador está posicionado no caractere escolhido pelo usuário, ele pressiona o sensor. Se, por

exemplo, o usuário deseja escrever a palavra mãe, basta esperar o marcador passar pela letra M, em seguida à e depois E. Por meio desse sistema, o portador de deficiência pode acessar a Internet, documentos de texto e jogos.

Como o programa funciona ?

Funciona acoplado a um equipamento que, conectado a sensores, permite ao usuário utilizar todos os recursos de teclado e mouse do micro. Esses sensores são ligados à cadeira de rodas ou ao corpo de um portador de paralisia cerebral – ou pessoa que tenha dificuldade motora. Por exemplo, para utilizar o software, o portador de paralisia que só move a cabeça pressiona um encosto colocado na cadeira de rodas. Com o movimento da cabeça, um sinal chega até o computador e o usuário navega pelo sistema de varredura.